quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Coleção de Respeito


Uma vez ou outra na vida, a gente vê uma coisa boa acontecendo na indústria cultural brasileira.


A Abril Coleções, por exemplo, começou na semana passada a editar uma série de álbuns antológicos de um dos maiores compositores da nossa música, Chico Buarque.


Ao todo serão 20 discos, que cobrem desde os primeiros registros, ainda na década de 1960, até trabalhos mais recentes – antes de Chico enfiar na cabeça que agora é romancista.


O primeiro do lote é simplesmente uma maravilha. Alinhavando sucessos marcantes da carreira de Chico, como Cálice, Trocando em Miúdos, Até o Fim e Pedaço de Mim, é um disco que traz o adjetivo clássico impresso em cada uma de suas faixas.


Sempre que escuto um disco brasileiro como este, fico a pensar na riqueza que já foi nossa música.


Não é saudosismo nem nostalgia. É simplesmente uma constatação. Nem Chico fará algo assim novamente (e nem precisa, na verdade).


Esperar de outros, então, é como esperar pela segunda vinda do Messias...

4 comentários:

Anônimo disse...

amo imensamente o chico buarque e sua música. e lamento muito o diogo nogueira e o latino não terem um pouco do talento do chico. pois é, nem existe o artista completo nem o ser humano perfeito. de qualquer maneira, mais do que merecida, ainda que tardia, a inclusão de chico buarque de hollanda nas postagens do vitrola encantada.
um gande abraço, meu jovem.

lázaro luis lucas
brasília-df

Carolina Xavier disse...

Qdo criança, beijava essa capa de disco.

João Guilherme da Silva disse...

tá saindo uma coleção linda de cds do chico,esse aí é o primeiro,preço módico de 8 reais,é um livrinho com letras,fotos,comentários,etc.até agora só vi pra venda na Cultura...até já saiu o nr 2

Lola disse...

mmmmmmmmmmm.
Que bom!
Amo a arte do Chico desde menina.