quarta-feira, 15 de julho de 2009

Capas Clássicas

Falar deste disco é chover no molhado. Primeiro grande disco de rock and roll, primeiro álbum do maior mito do estilo, Elvis Presley, primeiro a chegar ao primeiro lugar das paradas, enfim, a relação de “primeiros” é longa.

É, sem dúvida, também a primeira capa clássica do rock. Usar o velho clichê de que uma imagem vale por mil palavras é quase inevitável. Mas, realmente, está tudo estampado nesta foto incrível.

Clicado em preto-e-branco, Elvis empunha seu violão e escancara o bocão. Está jovem, muito magro, vestido de forma simples. Tem o mundo inteiro para conquistar. Sua atitude é rebelde, intensa e selvagem. O repertório é perfeito: Tutti Frutti, I Got A Woman, Blue Moon, Blue Suede Shoes etc.

Já havia Chuck Berry, Little Richard, Carl Perkins e Bill Haley, mas sem esse garoto caipira e sexy, o rock dificilmente teria alcançado as massas de maneira tão explosiva.

Explosão impecavelmente registrada em imagem e som.

Long live rock’n’roll!

9 comentários:

Laguardia disse...

PASSEATA VIRTUAL #FORASARNEY
Quarta-feira, dia 15, das 15h às 16h horas.

Local: Na internet.

Ponto de partida: Seu computador, telefone celular, PDA, qualquer aparelho que possa enviar uma mensagem de e-mail, SMS, Twitter, etc

Ponto de chegada: Congresso Nacional

Sarney: sarney@senador.gov.br

Senadores: e-mails aqui ou aqui para enviar a todos os senadores

Como vai funcionar: Na quarta-feira no intervalo das 15h às 16h horas, você que tem um blog, site, Twitter, celular, etc, deverá estampar um “banner” ou selo com a mensagem “#forasarney” e enviar o máximo de mensagens ao Senado.

Clique e envie e-mail aos senadores!
As informações fora repassadas para este Blog pela atuante Gusta do Reaja Brasil.
Valeu, Gusta
----------------------
Maiores informações,
aqui. Blog #forasarney .

L. disse...

Vale lembrar que essa capa foi inspiração (para não dizer cópia) para o Clash, em London Calling. Mas eu prefiro a do Elvis. =)
Um beijo moço inteligente,
L.

Luis Valcácio disse...

Acho a "homenagem"do The Clash fantástica. É a versão punk para o clássico originial. E embalando outro outra monumental!
Beijo, garota esperta.

Ana B. disse...

oi luis! em primeiro lugar, obrigada pela visita no meu humilde espaço. em segundo, gostei muito do teu blog, já que música é um dos meus assuntos favoritos. leio mais do que falo sobre. tá linkado no meu blog.
bjs

Flávia Cavalcante disse...

Meu Elvis, sempre meu Elvis. Linda postagem, Luis.

Luis Valcácio disse...

Valeu, Ana.
Grande abraço

Ana B. disse...

poisé, peixe grande é mto significativo pra mim, por causa daquela história pai e filho. gosto mto.
ei, não fucei no teu blog inteiro, mas tu já falou alguma coisa sobre o cure? procurei na imensa lista ali do lado e não achei...
em maio comprei o 1001 discos... é uma bíblia, tô tentando ler página por página. um dia termino.
ps. se for me responder, responde lá nos meus coments, porfa?

ana b. disse...

que bom. atendendo a freguesia, a gente volta sempre. aproveita as férias, então. cuide-se.
(sorry por fazer do espaço para comentários um mini-chat)

gentil carioca disse...

Cheguei meio que por acaso e adorei seu blog. Voltarei sempre. Não fosse a música minha inspiração primeira, seu jeito de escrever é delicioso.
E, pelo visto, temos gosto parecido.
Estou linkano vc, ok? It's only a simple and younk blog, but I like it...
kiss