sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Da Estante

Sei que falo muito de Beatles por aqui e, com o perdão de quem não gosta, vou pedir licença para falar mais uma vez.

É que estou lendo a monumental biografia do grupo escrita por Bob Spitz (The Beatles – A Biografia, Editora Larousse).

Ao longo de quase 1000 páginas, o autor reconstrói a carreira da banda de rock mais popular de todos os tempos, de uma maneira detalhista, vívida e cativante.

Embora esteja ainda no primeiro quarto do livro, já dá para perceber a formação da personalidade de cada um dos quatro cavalheiros de Liverpool: a vida familiar conturbada de Lennon, o talento precoce de Paul, os péssimos boletins escolares de Harrison, as primeiras namoradas, a chegada do rock na Inglaterra, a dificuldade do dia-a-dia no pós 2ª Guerra Mundial, enfim, tudo o que viria a se refletir nas letras e atitudes de cada um deles se encontra ricamente descrito.

Altamente recomendável não só para fãs de carteirinha como também para aqueles curiosos em conhecer melhor um período muito fértil para a música jovem no mundo todo.

No quesito biografias de músicos, aliás, as nossas livrarias ganharam dois novos títulos que devem despertar bastante interesse: Minha Fama de Mau, de Erasmo Carlos (Editora Objetiva) e Nem Vem Que Não Tem – A Vida E O Veneno De Wilson Simonal (Editora Globo), de Ricardo Alexandre.

Esta última imagino ser imperdível, afinal a trajetória desse grande cantor brasileiro mistura preconceito, popularidade, talento, arrogância, ingenuidade e decadência num mesmo coquetel explosivo. É para ler escutando Sá Marina e Nanã.

7 comentários:

Francisco Vieira disse...

Sempre interessante o seu blog, amigo. Bom dia e um abraço

Norberto Marques disse...

Luis, desejo-lhe um óptimo fim de semana.
Abraço
Norberto

Alberto de Oliveira disse...

O melhor lugar do mundo pra se ler sobre música pop. É sempre um prazer passear pelo Vitrola.

De novo, parabéns Luis!

Dead Lindsae disse...

Se tem uma coisa que leio com gosto é diário de banda ou biografia!
Uma leitura inútil, muitos já me disseram, mas não deixa de se um prazer. Essa eu já vou anotar.
Acabei de ler duas biografias da minha banda favorita, The Cure, e estou aguardando outra vir dos EUA...
Essa daí, vc comprou aqui mesmo!?!

Lázaro Luis Lucas disse...

qué... rido luis, após um tempo considerável, finalmente tive a felicidade de me atualizar com os textos de sua maravilhosa "revista eletrônica". hoje pretendo também tecer alguns comentários além, é claro, de desejar a vocês um excelente domingo (08.11). nada a teclar sobre os senhores do the beatles e o "rei" roberto carlos. sobre a shakira, apesar de tudo o que foi teclado aqui ser a mais pura expressão da verdade, fica aqui a minha indagação: por que a grande massa de consumidores de música pop só a consomem se cantada em inglês? pessoalmente, penso que o problema parece não ser a shakira (artista talentosíssima) mas um preconceito, em particular no brasil, com a língua e a cultura em geral de países hispânicos. e a shakira não se preocupe; ela sempre será para mim a intérprete de "ojos asi" - a versão em inglês é bi-zar-ra. quanto ao restante, só posso agradecê-lo pelas excelentes informações. por fim, admito ter ficado um pouco "absurdado" com a notícia do quase atropelamento nas ruas de paris. um abraço "dé... lícia" e te vejo em breve.

Licínio Filho disse...

Falar do Beatles nunca é demais, meu caro, ouví-los então é imprescindível. Beatles Forever.
Abração.

Luis Valcácio disse...

Primeiramente, devo agradecer ao Alberto por sua entusiasmada colocação. Certamente que este não é o melhor lugar do mundo para se ler sobre música, mas o elogio a gente aceita de bom grado (rs)...
Dead Lindsae, a biografia do Spitz sobre os Beatles se encontra facilmente em qualquer boa livraria. O preço é que é meio salgado (em torno dos 100 reais), mas é possível encontrar boas promoções online. Eu, por exemplo, o comprei na Submarino por inacreditáveis 39,90. Portanto, vale a pena dar uma espiada.
Lázaro, concordo com suas observações muito pontuais sobre Shakira e sua transmutação no mercado americano. Estou sentindo falta de suas postagens por aqui.
Grande abraço para todos e obrigado pela força. Sempre!