sábado, 16 de maio de 2009

Discos e Arte

Quando o genial artista pop americano Andy Warhol resolveu apadrinhar uma banda de rock, ele escolheu justamente a mais marginal, perigosa, ousada e, como o tempo viria a provar, influente de todos os tempos, o Velvet Underground.

Para ilustrar o primeiro disco do Velvet, gravado em 1967 com o acréscimo da cantora alemã Nico, Warhol presenteou o grupo com uma capa que entraria definitivamente para a história do rock e redefiniria o design de embalagens de discos.

Indo na contramão da colorida arte que enfeitava os álbuns de rock psicodélico, Warhol concebeu um projeto minimalista e de uma simplicidade absoluta. Sobre um fundo branco, uma banana rigidamente desenhada e a assinatura do artista. Só.

Se hoje parece sem grande originalidade, é só dar uma passeada pelas capas de discos feitas então. A ousadia de Warhol salta aos olhos.

Pelo que já li sobre esse importantíssimo disco, a banana da capa era descascável, detalhe que se perdeu no formato cd, mas que certamente tornava o trabalho do papa da pop arte ainda mais interessante e único.

6 comentários:

Walkyria Suleiman disse...

Olha só Luís, eu tenho esse disco. Fui lá ver a tal coisa de descascável, pensando que eu pudesse ter dado esse fora. Como assim descascável? A minha parece bem fechadinha no papel....rsrsrs. Bem, mais o que vale é que o disco é ótimo e a minha predileta é RunRunRun.
Abraços da Walll

Luis Valcácio disse...

Wall, talvez somente as capas lá de 1967 fossem descascáveis, sei lá... Adoro Venus In Furs, com aquela viola hipnotizante do John Cale e o vocal meio adormecido do Lou Reed. É tudo!
Abracos

Walkyria Suleiman disse...

olha só. Deu um tempo e fui lá ver. Comprei em Belim, junto com o Bowie "rare" e um Bily Idol. Veja o que está escrito no papelzinho da bolacha."1966, MGM Records, Made in West Germany." Bacana né? Outra coisa, o John Cale é o J.J.Cale?
bjs da Walll
http://walkyria-suleiman.blogspot.com/

Luis Valcácio disse...

John Cale e JJ Cale são músicos diferentes. Sei que John Cale tem um trabalho pós-Velvet bastante de vanguarda, além de ter produzidos discos históricos como Horses da Patti Smith e o primeiro dos Stooges.
Quanto a JJ Cale, não conheco nada, mas com certeza é outra pessoa.

Walkyria Suleiman disse...

http://www.jjcale.com/bio.html

Zé Dylan Walker disse...

Este disco, lançado em 1967, ainda hoje, em 2009, está a frente do nosso tempo. Sem dúvidas um dos melhores discos da história.
Bela postagem!