terça-feira, 15 de setembro de 2009

Wong Kar-Wai - Um Artesão

Por Lázaro Luis Lucas

Também conhecido por Kar-Wai Wong, este cineasta chinês, nascido no ano de 1956, é, sem sombra de dúvidas, um dos melhores diretores de cinema em atividade.

Possuidor de um estilo único para filmar suas histórias, seu cinema pode parecer, por vezes, estiloso demais. E não deixa de ser.

Perfeccionista ao extremo, de acordo com a imprensa internacional, seus trabalhos vão do mais puro melodrama policial de Conflito Mortal (1988), ao drama romântico intimista de Amor à Flor da Pele (2000), passando pelo virtuosismo estético de Amores Expressos (1994) e Anjos Caídos (1995), suas obras mais cultuados no Brasil. E sempre muito bem sucedidos.

É também do ano de 1994, o filme que considero sua obra-prima: Cinzas do Passado. Brilhantemente bem dirigido, o filme pode ser encontrado por aqui em versão redux, lançado pelos produtores em 2008.

Com atores que são habituais em suas obras, como Leslie Cheung, Tony Leung Ka Fai, Tony Leung Chiu Wai e Maggie Cheung, o filme é narrado em off por mais de um personagem e divide-se em quatro histórias, uma para cada estação do calendário chinês: Jingzhe, Xiazhi, Bailu e Lichum.

Há, ainda, a fantástica música de Frankie Chan e Roel A. Garcia, com a belíssima fotografia assinada por Christopher Doyle.

Para a versão redux de 2008, os produtores contaram com o cinematógrafo Kwan Pun Leung, responsável pela segunda unidade em 1994. Um filme imperdível, com certeza.

Abaixo, parte da filmografia de Wong Kar-Wai apresentada aos brasileiros:

Conflito Mortal. 1988. Disponível em DVD
Dias Selvagens. 1990. Disponível em DVD
Amores Expressos. 1994.
Anjos Caídos. 1995.
Felizes Juntos. 1997. Disponível em DVD
Amor à Flor da Pele. 2000. Disponível em DVD
Eros. 2004. Disponível em DVD
2046 - Os Segredos do Amor. 2004.
Um Beijo Roubado. 2007. Disponível em DVD

2 comentários:

Alberto de Oliveira disse...

O Vitrola segue imbatível nos temas música e cinema.

Mais uma vez, parabéns!

Snake disse...

Bom saber dessas indicações. Tenho desenvolvido um gosto por produções orientais, que fogem bastante à regra hollywoodiana além da estática formidável =]